Dicionário Cosmético

*** Aqui estão algumas definições e termos para ajudar você a conhecer o “seu” produto ou na escolha do próximo produto.  ***

Ácido Cítrico: Apresenta-se como cristais brancos muito solúvel em água. É utilizado para correção do pH em sistemas como shampoos, condicionadores e sabonetes líquidos. Para sua utilização é necessário a sua previa dissolução em água.

Amida: Para uso em cosméticos existem basicamente duas variantes, a amida 80 e a amida 90 sendo que a diferença esta no grau de pureza. A amida 90 é um produto mais puro que a amida 80. As amidas são tensoativos derivados de óleos láuricos ( óleo de babaçu ou óleo de palmiste ) que quimicamente são denominadas dietanolamidas de ácidos graxos de coco. São utilizadas como espessantes, sobrengordurantes e solubilizantes de essências em shampoos e sabonetes líquidos.

Anfótero: Também conhecido como anfótero coco betaína ou anfotero betaínico, se apresenta como liquido amarelado de odor característico e que produz espuma abundante ao ser agitado. Dependendo do pH do meio onde é utilizado apresenta características diferentes de condicionamento e espumação. É utilizado para aumentar a espuma em sistemas tensoativos como shampoos e sabonetes líquidos e promover limpeza suave em tônicos para pele. Em conjunto com outros tensoativos apresenta ótimo poder de espessamento.

Cloreto de Sódio: É um sal de grau alimentício, constituído por cristais de granulometria regular e isento de aditivos. O sal é obtido através do processo de evaporação (Vácuo Múltiplo Efeito) de salmouras obtidas pela concentração (por evaporação solar) da água do mar ou por dissolução de sal marinho (grosso). Muito usado em formulações cosméticas para espessamento de shampoos e sabonetes líquidos.

Corantes: São os compostos responsáveis pela cor nos cosméticos. Devem apresentar alto grau de pureza e boa estabilidade alem de serem aprovados para uso em cosméticos.
 Pigmentos: substâncias que desenvolvem seu poder de colorir quando são dispersas no meio em que são utilizadas.

Dioxina:  São moléculas organocloradas, formadas por cloro, oxigênio, carbono e hidrogênio denominadas de polychlorinated dibenzodioxins (PCDDs). Existem mais de 419 compostos já identificados, dos quais 30 são extremamente tóxicos para o homem (dioxins like- PCB), sendo o TCDD, conhecido como dioxina, o mais tóxico. Seu ponto de fusão é bastante elevado: 305oC. As dioxinas são muito pouco solúveis em água, aderem a minerais e partículas orgânicas, sendo, portanto facilmente distribuídas no meio ambiente e solo. Devido à sua degradação muito lenta depositam-se ao longo da cadeia alimentar.

Estudos em animais mostraram que exposições à dioxina estão associadas com endometriose, à diminuição de fertilidade, inabilidade de levar a gestação a termo, abaixamento nos níveis de testosterona, decréscimo na contagem de espermatozóides, defeitos de nascimento e inabilidade na aprendizagem. A dioxina também causa disfunções nas atividades normais dos hormônios que o organismo utiliza para crescer e manter o equilíbrio orgânico. Em alguns casos leva a perda de peso, problemas renais e no baço. A intoxicação por dioxina pode levar inclusive a diversos tipos de cânceres no fígado, rins, pulmão, mama e sangue. (fonte aqui).

EDTA (ácido etilenodiamino tetracético): é um quelante ou seqüestrante de metais, agente quelante formada por quatro grupos de ácido carboxílico ligados a dois átomos de azoto. Em certas condições, o composto desenvolve cargas negativas sobre quatro dos átomos de oxigénio;  isso permite EDTA sequestrar (agarrar) íons ou minerais metálicos livre.

Lauril Sulfato de Amônio (ASL): Encontrado na maioria dos shampoos, e é um ingrediente para ficar longe porque é muito secagem.

Lauril Éter Sulfato de Sódio – (Segundo a ANVISA) O lauril sulfato de sódio, designação genérica empregada para o Dodecil Sulfato de Sódio, é um composto orgânico devidamente registrado no Chemical Abstract Service (CAS) sob o número 151-21-3. O Lauril Éter Sulfato de Sódio apresenta, como registro de CAS, o número 1335-72-4.
Estes compostos vêm sendo usado ao longo dos anos para diferentes finalidades e usos distintos a saber, banhos de espuma, cremes emolientes, cremes depilatórios, loções para mãos, xampus, dentifrícios, além de produtos saneantes (detergentes domissanitários). Este uso tem sido motivado em razão das suas propriedades detergente, molhante, espumógena, emulsificante e solubilizante. Cabe ressaltar que estas características são comuns à todos os tensoativos e não somente aos dois em questão.
Alguns tensoativos apresentam potencial de irritação à pele, no entanto, em formulações cosméticas, essa característica pode ser atenuada em função da concentração utilizada, da associação entre os mesmos, bem como das características da formulação pretendida para o produto final.

Trietanolamina: Substancia neutralizante da fórmula.

One thought on “Dicionário Cosmético

Compartilhe conosco sua Idéia

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s